Jogadores de rugby abraçados em circulo de costas com vestimentas típicas. A foto está em preto e branco
"Team Huddle Togetherness" (Foto: Chris Reading / Pixabay)

Anotações de estudo para certificação SCRUM

Resumo das anotações que fiz estudando para tirar a certificação SFC da SCRUMstudy

Certificar o conhecimento para uma pessoa tão inquieta como eu é sim um desafio, porque sempre busquei conhecimento de maneira independente, ser autodidata para mim é um estilo de vida, mas sei da importância em obter um certificado sobre um determinado assunto, além de aumentar o nível do currículo, reforça os conceitos e os conhecimentos sobre o assunto.

Soube da certificação em conhecimentos em Scrum, pensei, por que não? A prova deveria ser de uma instituição que desse suporte, já que nunca tive treinamento formal ou conhecimento através de algum curso ou livro, porque sempre vivi o Scrum e as metodologias ágeis na prática, então procurei a SCRUMstudy.

A instituição disponibiliza o SBOK, um livro de mais 400 e umas vídeo aulas que ajudam e ilustram muito mais rapidamente o material do livro.

Neste espaço vou compartilhar minhas anotações feitas durantes meus estudos.


Definição

Scrum é o framework ágil mais popular do mercado que tem a missão de realizar entregas baseadas em valor no menor tempo possível, sendo indicado para qualquer tipo e tamanho de produto, projeto ou organização.

Scrum é interativo, adaptável, flexível, rápido e efetivo, promovendo essencialmente o esforço colaborativo/cooperativo para criar produto ou serviço através de entregas contínuas.

O Scrum lida muito bem com mudanças de requisitos, já que é totalmente orientado a mudanças. Criar pequenas entregas que possibilitam a detecção de riscos mais rapidamente.

Como aspectos do Scrum, podemos destacar: organização, justificativa do negócio, qualidade, mudança e risco.

O Scrum nunca é focado no profissional individualmente, sempre será centrado na equipe, nunca “EU”, sempre, “NÓS”.

Princípios

  • Auto-organização
  • Colaboração
  • Controle empírico
  • Desenvolvimento interativo
  • Priorização baseada em valor
  • Timeboxing

Fases/Processos

O Scrum é dividido em fases, essas fases são: iniciação, planejamento e estimativas, implementação, revisão, retrospectiva e release, sendo ordenadas pelo momento de realização.

Cada fase tem entradas, saídas e ferramentas.

Como exemplo de ferramentas, cito: Jira, Mantis, Redmine, aplicativo de criação de gráfico de acompanhamento (burn down) ou de criação de scrum board.

Fases e Processos detalhados do Scrum
FasesProcessos
Fase:
1. Iniciação
Processos:
1. Criação do documento de visão
2. Identificação do Scrum Master e stakeholder(s)
3. Formação do time Scrum
4. Criação dos épicos
5. Criação do Product backlogpriorizado
6. Planejamento de lançamentodas versões
Fase:
2. Planejamento e estimativa
Processos:
7. Criação das histórias do usuário
8. Aprovação, estimativa e confirmação das histórias dousuário
9. Criação das atividades
10. Estimar o tempo das atividades
11. Criação dobacklogda sprint
Fase:
3. Implementação
Processos:
12. Desenvolver os entregáveis
13. Conduzir reuniões diárias
14. Melhoria do backlogpriorizado do produto
Fase:
4. Revisão e retrospectiva
Processos:
15. Converter alguém do time em Scrum Master
16. Demonstração e validaçãoda sprint
17. Reunião de retrospectiva
Fase:
5. Release
Processos:
18. Entrega do produto finalizado
19. Retrospectiva do projeto

Os projetos são impactados por tempo, custo, escopo, qualidade, recursos, capacidades organizacionais ou outras limitações que impedem de planejar, executar, administrar e obter sucesso.

Benefícios

Um dos benefícios mais importantes da utilização do Scrum é a resolução rápida dos problemas. Além de propiciar feedbacks contínuos, a implementação bem-sucedida dos resultados de um projeto concluído fornece benefícios comerciais significativos para uma organização.

Riscos do projeto

Os riscos são classificados de acordo com o impacto: positivos (oportunidades) ou negativos (ameaças). Eles precisam ser identificados, analisados e ter planos de ação criados. Na avaliação dos riscos é levando em consideração 2 fatores: probabilidade e possíveis impactos.

Ciclos do Scrum

No Scrum, os projetos são divididos em ciclos chamados de sprints. A sprint representa uma duração dentro do qual um conjunto de atividades deve ser executado. Antes de iniciar o ciclo do Scrum, é obrigatório que ocorra a reunião com os stakeholders, esta reunião é chamada de stakeholder meeting . Os envolvidos no encontro são PO e os stakeholders, esta cerimônia resulta na concepção do documento de visão do projeto e deve conter obrigatoriamente a justificativa de negócio, fornecendo uma visão ampla do produto que se pretende desenvolver, sem se aprofundar em detalhes.

Este documento será escrito a partir da conversa com os stakeholders pelo PO, sendo formado pelos épicos do projeto e as histórias do usuário. As histórias do usuário serão priorizadas pelo PO de acordo com o valor de negócio no backlog do projeto/produto.

Só após essa reunião a equipe Scrum é formalmente definida pelo: PO, SM e os desenvolvedores (testadores, programadores, designers, etc.).

1. Reunião de planejamento da sprint (sprint planning)

A sprint propriamente dita começa neste momento. Será nesta cerimônia o backlog da sprint será o artefato de saída. Estarão presentes o PO e o time de desenvolvimento Scrum (SM pode participar), ela é dividida em duas partes, são elas:

1ª parte: o PO irá relatar e explicar as histórias do usuário com maiores prioridades e junto com o time de desenvolvimento Scrum definirão o objetivo da sprint.

2ª parte: o time de desenvolvimento Scrum irá escolher quais serão as histórias do usuário de maior priorização que irão compor a sprint e definir quais serão as tarefas e suas estimativas. A lista de tarefas estimadas será utilizada para criar o backlog da sprint e o gráfico de acompanhamento burn down.

A seleção das histórias do usuário para compor a sprint chama-se backlogda sprint. As histórias do usuário que não entraram, ficarão disponíveis para as próximas sprints

Concepção dos entregáveis dos designers, atividades de teste e integração devem ser contempladas como atividades da sprint. A estimativa de tempo deve ser dita pelo time desenvolvimento.

2. Reunião diárias (daily meeting)

As reuniões diárias devem ter duração máxima de 15 minutos. Os integrantes da equipe devem responder 3 perguntas:

  1. O que fizeram ontem;
  2. O que farão após a reunião, e;
  3. O que está sendo impedimento para concluir a atividade atual.

As perguntas 1 e 2 são obrigatórias, os impedimentos são declarados na 3ª pergunta, mas a solução deles deverá ser feita após o final da reunião.

3. Reunião de revisão (sprint review)

É neste momento que acontece a demonstração do entregável construído na sprint. Nesta etapa estarão presentes: PO, stakeholders e o time Scrum.

Após a demonstração do artefato, o PO irá analisar o que foi apresentado, se estiver de acordo com os critérios de aceitação definidos no ritual anterior, reunião de planejamento da sprint (sprint planning), o entregável é aceito.

4. Retrospectiva (sprint retrospective)

O momento de “lavar a roupas sujas”, os desenvolvedores, designers e testadores junto com o PO e SM irão expor os pontos altos e baixos da sprint. Neste momento são relatadas as lições aprendidas.

Duração (time-box)

Time-box é a quantidade máxima de tempo destinada para cada cerimônia do Scrum.

  • Sprint pode ter entre 1 e 6 semanas. Sugestão é de 4 semanas;
  • Sprint Planning: 2 horas para cada semana da sprint;
  • Daily Meeting: 15 minutos;
  • Sprint Review: 1 hora para cada semana da sprint;
  • Sprint Retrospective: 1 hora para cada semana da sprint.

POProduct Owner

Responsável por entender do negócio e documentar a solução para negócio. Será o PO o aprovador das histórias entregues pela equipe no final da sprint, o critério de aceite previamente definido.

O time Scrum pode fazer qualquer atividade do PO, desde que ele seja responsável por isso, assim como criar histórias baseadas em exercícios.

SM - Scrum Master

SM é o personagem que garante que os processos do Scrum estão sendo seguidos, sendo ele o responsável por resolver/retirar os impedimentos e obstáculos apontados nas reuniões diárias ou retrospectiva relatada pela equipe.

Scrum X Método tradicional

Scrum trabalha com documentos mínimos
Diferenças entre o Scrum e a Método tradicional de desenvolvimento de software
Scrum Método tradicional
Scrum é interativo Método tradicional é linear (cascata)
Scrum foco em pessoas Método tradicional foco em processos
Scrum usando em times pequenos e grandes Método tradicional usando em apenas em grandes times
Método tradicional trabalha com documentos muito detalhados
Scrum se preocupa em entregar valor num curto espaço de tempo Método tradicional se preocupa em entregas apenas no final do projeto

Scrum Body of Knowledge (SBOK Guide)/ SCRUMstudy

O documento é divido em 3 seções: Princípios, Aspectos e Processos.

Observações diversas

Nem sempre o stakeholder sabe exatamente o que quer e em que nível de detalhe quer antes do início do projeto.

No início do projeto (após criação do documento de visão do projeto), as histórias de usuário são basicamente funcionalidades de alto nível, conhecidas como épicos. Esses épicos são grandes demais para serem entregues em apenas uma sprint.

A Cooperação ocorre quando o produto do trabalho consiste na soma dos esforços de trabalho de várias pessoas em um time. A Colaboração ocorre quando um time trabalha em conjunto, contribuindo uns com os outros para produzir algo maior.

Sobre a prova

Fique calmo, se você estudar corretamente e entender o que realmente está sendo dito nas aulas e no livro, você terá êxito. As perguntas nem sempre são “decorebas”, a maioria é situacional, então, interprete! Faça a prova em inglês, nunca se sabe quando a tradução é decente ou se é feita automaticamente.

PS: Eu sei que há diferença entre as instituições que aplicam a certificação, mas lembre-se, essas anotações foram feitas para a certificação de conhecimentos em SCRUM da SCRUMstudy.